Godfall: o que podemos esperar desse peculiar “slasher-looter”?

Há alguns meses, Godfall despontou como o primeiro título a ser confirmado no PS5. Logicamente, o anúncio acabou chamando muita atenção, já que o projeto pareceu bastante promissor e, na ocasião, foi a primeira prova daquilo que poderíamos esperar do console da Sony.

Com o passar do tempo, o jogo foi atraindo os olhares dos players ainda mais. Com construções belíssimas e uma peculiar premissa classificada como “slasher-looter melee Action RPG”, Godfall passou a figurar nas listas dos jogos mais aguardados da próxima geração.

E foi exatamente por esse motivo que eu resolvi criar este post. Como irá notar, tratei de separar aqui as principais informações relacionadas a Godfall, com o intuito de lhe ajudar a ajustar as expectativas para essa estreia. Então, se o game também está no “seu radar”, sugiro que não deixe de conferir até o fim, ok?

Godfall

Godfall: o Resumo da Obra

Bem, conforme eu destaquei, Godfall é um Action RPG que apresenta uma premissa diferenciada e um tanto quanto excêntrica. A aventura se passa em um mundo fantasioso dominado por reinos distintos e uma Ordem de Cavaleiros que tem como principal missão evitar um grande evento apocalíptico.

Em um primeiro momento, como não poderia deixar de ser, foi todo o apelo visual do game que acabou conquistando os fãs. Dotado de belas paletas de cores e elementos muito bem construídos, o jogo tem a “cara” da próxima geração e se posiciona como um belo exemplo do “poder de fogo” das “máquinas do futuro”.

Contudo, após a liberação de novos trailers, o projeto acabou se destacando pelo seu sistema de combate, que parece ser eletrizante e tem uma pegada que, certamente, irá agradar aos fãs dos amados jogos Souls-Like.

Para completar, o game ainda se destacou pela promessa de um gameplay cooperativo e variado, já que teremos três classes de personagens principais, que poderão ser desenvolvidos de diversas formas.

Resumindo, Godfall promete uma jornada eletrizante por um mundo fantasioso e cheio de grandes perigos. O gameplay reunirá elementos de jogos clássicos, como Dark Soul e Monster Hunter, e alguns aspectos de jogos de RPG, o que promete garantir muitas emoções para os “aventureiros de plantão”.

Destaques de Godfall

Agora que você já tem uma noção geral de tudo aquilo que Godfall tem a oferecer, posso começar a dar maior atenção para alguns dos aspectos que mais têm se destacado nas prévias do jogo. Dessa maneira, você poderá analisar o real valor dessa jornada promissora. Acompanhe…

Godfall

Combates Intensos

Como eu destaquei, Godfall começou chamando a atenção pelo visual, mas só passou a ser muito aguardado quando os primeiros trailers do sistema de combates começaram a “pipocar” pela web. Nesses materiais, ficou muito claro que o game foi inspirado em grandes lendas, como Monster Hunter e Dark Souls.

As prévias evidenciaram que os combates serão o ponto alto do jogo e darão aos mais audaciosos uma boa série de desafios. A movimentação pareceu bem fluída e os elementos mais amados pelos fãs dos jogos da séries Souls, ou seja, as esquivas, parecem bem estilizadas e muito úteis.

Além de Monster Hunter e Dark Souls, certos detalhes revelaram que jogos como Devil May Cry, Borderlands e Destiny também serviram como fonte de inspiração para o gameplay de Godfall. Sem sombra de dúvidas, essa é uma combinação curiosa que, até onde pudemos ver, tem tudo para dar muito certo.

E só para constar, não posso deixar de citar o fato de que os adversários não serão nada amigáveis. Nesse caso, certas criaturas colossais já foram exibidas e tudo indica que elas darão muito trabalho. Enfim, é bom você se preparar para muita movimentação e possíveis frustrações.

Premissa e Cenários

Antes de o sistema de combates “roubar a cena”, Godfall estava recebendo muitos elogios pelo seus visual e por sua premissa peculiar. E sim, esses pontos também parecem ser grandes destaques do vindouro game.

Para começar, o jogo tem como plano de fundo uma série de cenários estonteantes, nos quais as cores são combinadas de um forma genial e o caráter épico e fantasioso “salta aos olhos”. E o estilo dos personagens, com suas armaduras reluzentes e suas armas imponentes, também é um show à parte.

Todos esses elementos acabam criando um “palco” perfeito para que a história do jogo e o seu intenso sistema de combates brilhe ainda mais.

Vale destacar também que a história do jogo coloca os players na pele de cavaleiros com poderes insanos, cuja missão é evitar um grande apocalipse. Para tanto, esses guerreiros devem coletar itens cada vez mais poderosos. e é daí que vem a ideia de “slasher-looter”.

Em outras palavras, o foco principal do jogo será a eliminação de adversários desafiadores, que irão “dropar” um “loot épico”, dando mais força para os cavaleiros enfrentarem perigos ainda maiores. Essa é uma fórmula que foi aplicada com muito sucesso na franquia Borderlands e que pode dar certo em Godfall, se a história e os personagens forem cativantes.

Progressão Baseada em Loot e Gameplay Cooperativo

Por ser um “slasher-looter”, Godfall dará enorme ênfase à coleta de novos itens e armamentos. Isto é, o poder dos personagens e os estilos de luta de cada player dependerão dos equipamentos que eles decidirem utilizar.

Assim como eu pontuei logo acima, essa fórmula foi muito bem aplicada na franquia Borderlands. A única diferença, em relação a Godfall, é o fato de o jogo focar em combates corpo-a-corpo, tendo um estilo mais voltado para o subgênero Hack and Slash.

E o interessante é que essa progressão baseada em loot pode acabar melhorando a experiência de outro ponto atrativo do game, que será o gameplay cooperativo. Nesse sentido, a busca por inimigos poderosos e novos equipamentos pode se tornar muito mais divertida, se for executada entre amigos.

Cabe ressaltar que o modo cooperativo seguirá o sistema conhecido como “drop-in-drop-out”, que garante maior liberdade para que os outros players possam entrar e sair da jogatina sem atrapalhar a jornada principal.

Godfall

Godfall: o que podemos esperar?

Por ser o primeiro título a ser confirmado oficialmente no PS5, Godfall já vem figurando nas listas de mais desejados dos players há um bom tempo. E, claro, desde o seu anúncio, muitas informações já surgiram e nos permitiram ter um vislumbre de boa parte daquilo que o jogo irá oferecer.

Assim sendo, o que podemos esperar de Godfall é uma jornada desafiadora, que se passará em um mundo fantasioso de construções magníficas e dará aos players uma boa série de desafios. Esses desafios, por sua vez, poderão ser superados em um modo cooperativo e darão recompensas que ajudarão no desenvolvimento dos personagens.

É bom lembrar também que Godfall tem o seu lançamento previsto para o fim de 2020 e será uma opção disponível para PS5 e PC. Por ora, não há qualquer previsão de uma versão para os consoles da Microsoft, o que é mais um motivo para deixar o duelo PS5 vs Xbox Series X mais acirrado.

Portanto, se você curte jogos lendários como Dark Souls, Monster Hunter e Borderlands, é possível que Godfall acabe sendo uma boa opção para você. No que tange ao gameplay, a aventura já merece atenção. Resta agora saber se a história estará à altura de tudo que já foi mostrado. Temos que continuar acompanhando de perto. Até mais…

Deixe seu comentário!