17 Jogos de Plataforma que Desafiam os Nossos Reflexos

Desde os primeiros anos de vida do mundo dos games, os jogos de plataforma têm marcado presença nas bibliotecas de títulos de muitos players. Apesar da premissa simples, sempre podemos contar com essas opções para encarar um bom desafio e exercitar a mente e os reflexos (e os dedos).

Não à toa, mesmo após tantos anos, ainda há muitos jogos novos sendo lançado dentro desse gênero. E o melhor é que, por conta da evolução técnica, novos tipos de desafios começaram a modificar um pouco a “cara” desses jogos, sem deixar de lado sua essência, é claro.

Bem, foi para lhe apresentar que há muitos jogos de plataforma modernos à sua disposição que eu criei este post. Como irá notar, tratei de focar em títulos relativamente recentes e bem desafiadores. Desse modo, você poderá descobrir belas aventuras e perceber que ainda há grandes opções dentro desse gênero clássico… vamos dar uma olhada na seleção?

Celeste

Jogos de Plataforma

Para abrir a minha lista de jogos de plataforma, meu eleito foi o surpreendente Celeste. O game foi a maior surpresa do ano de 2018, chegando a concorrer ao prêmio de “Jogo do Ano”, na cerimônia do The Game Awards. No fim, o prêmio ficou com God of War, mas a história já havia sido escrita.

Como muitos jogos indie, Celeste conta com um visual retrô, no qual a técnica de pixel art é explorada de forma incrível. O jogo tem um level design absurdo e ajudou a popularizar a “tag plataforma de precisão”, por exigir muita habilidade por parte dos players. Resumindo, um grande exemplo para abrir a lista com o “pé na porta”.

Ori and The Blind Forest

Lançado em 2015, Ori and The Blind Forest já até possui uma sequência (Ori and the Will of the Wisps), mas eu decidi incluí-lo na lista, pois só consegui experimentá-lo recentemente. Logo, é uma memória que está viva na minha mente e nos meus dedos (como estou acostumado com jogos de RPG menos movimentados, saltar para lá e para cá com o Ori me deixou com muitos calos).

Bem, apesar das dores, a minha experiência com Ori and The Blind Forest foi incrível. O game traz desafios à altura de grandes jogos de plataforma, tem uma história com um enorme apelo emocional e apresenta construções que poderiam facilmente ser encaixadas no grupo das obras de arte. Que jogo lindo!

Shovel Knight

Shovel Knight, de 2014, é mais um game indie com ar retrô que merece destaque nesta lista. O game nasceu graças a uma campanha de financiamento coletivo muito bem-sucedida e conseguiu encantar muitos players, com suas construções que remetem à “era do nintendinho”.

Ao longo da aventura, os players assumem o papel de um cavaleiro curioso, que usa uma pá como arma principal. Além das fases desafiadoras, Shovel Knight me chamou a atenção por ter uma premissa “inocente”, algo que já não se vê mais nos games de hoje. Muito bom!

Hue

Jogos de Plataforma

Dentre todos os jogos desta lista, Hue é um dos mais criativos e peculiares. O game foi lançado em 2016 e conseguiu “abocanhar” muitos prêmios e reviews positivos, por conta da sua mecânica singular de aplicar cores na resolução dos muitos puzzles encontrados ao longo da aventura.

Dotado de construções 2D bastante simples, mas cheias de elegância, Hue é um jogo de plataforma diferenciado, que deixa a movimentação intensa um pouco “de lado”, para forçar o player a usar mais o cérebro do que os dedos. Vale lembrar que o jogo foi um dos presentes da Epic Games Store há pouco tempo. Espero que você tenha aproveitado a oportunidade.

BattleBlock Theater

Jogos de Plataforma

Continuando no “caminho dos jogos muito criativos”, cito agora o divertidíssimo BattleBlock Theater, de 2014. Além de ser um jogo de plataforma com um nível de dificuldade surreal, o jogo oferece passagens muito engraçadas e um humor tão pesado, que não poderíamos dizer que se trata de um “jogo de criança”.

Apresentando-se como uma ótima opção para quem curte os famosos “jogos para dois”, BattleBlock Theater é aquele tipo de jogo que não dá um único segundo de descanso para os players. Logo, se você curte jogos de plataforma realmente desafiadores, sugiro que não deixe de conferir essa opção.

A Hat in Time

Conforme eu destaquei no início deste post, ao longo dos anos, os jogos de plataforma foram sendo aprimorados e até “abandonaram o mundo 2D”. Para exemplificar essa evolução, temos aqui o grande A Hat in Time, de 2017. Com gráficos 3D lindos, o game é uma experiência de estrutura diferenciada, mas que não deixa a essência “platformer” se perder.

A Hat in Time apresenta cenários coloridos e construções bem “fofinhas”, mas, ao mesmo tempo, oferece fases desafiadora e uma inteligente mecânica envolvendo viagens no tempo. Com toda a certeza, esse é um dos jogos de aventura mais divertidos dos últimos anos.

Ultimate Chicken Horse

Altamente competitivo, Ultimate Chicken Horse, que fez a sua estreia em 2016, é mais um exemplo de criatividade a brilhar nesta lista. Além de incitar os players a movimentarem os dedos e testarem seus reflexos, o jogo traz uma mecânica de construção de plataformas que garante muitas risadas (e frustrações).

Mesmo que as construções do game pareçam pouco trabalhadas, o fato é que o estilo cômico do jogo consegue colocá-lo entre as melhores opções para um gameplay cooperativo dentro do gênero. Ultimate Chicken Horse é uma verdadeira piada, que merece ser conhecida por muitos players.

Downwell

Com seu ar clássico e seus elementos típicos de jogos roguelike, Downwell é mais um jogo que carrega a “tag plataforma de precisão”. E essa tag é muito bem aplicada a esse título, pois as fases são extremamente complicadas e qualquer erro, por menor que seja, é punido de forma brutal.

Em linhas gerais, Downwell conta a história de um jovem que decidiu descer por um “poço sem fim”, em busca de tesouros inigualáveis. Por conta dessa premissa, o jogo tem uma estrutura vertical e foge um pouco ao formato “side-scrolling 2D”, que é mais comum no gênero. Não deixe de conferir!

Kaze and The Wild Masks

Jogos de Plataforma

No ponto médio desta lista, temos o promissor Kaze and The Wild Masks. Esse é um dos jogos brasileiros que mais têm se destacado nos últimos tempos, mesmo sem ter sido lançado oficialmente (por ora, apenas uma versão Beta foi liberada, mas o lançamento deve acontecer ainda em 2020).

Completamente inspirado nos clássicos jogos de plataforma da década de 1990, Kaze and The Wild Masks apresenta um visual belíssimo e uma curiosa mecânica que altera as habilidades da personagem Kaze quando ela encontra máscaras muito especiais. Esse promete!

Freedom Planet

Jogos de Plataforma

Combinando elementos de jogos de ação e aventura com as construções típicas do “gênero plataforma”, Freedom Planet, de 2014, desponta como uma alternativa interessante para os fãs dos jogos da franquia Mega Man. Todavia, apesar das semelhanças com o referido clássico, esse título tem muitas singularidades.

Exibindo cenários futuristas muito coloridos e um gameplay extremamente movimentado e desafiador, Freedom Planet é uma verdadeira “viagem ao passado”. O jogo exala nostalgia e ainda tem uma trilha sonora que consegue deixar qualquer “in love” com a aventura.

SteamWorld Dig 2

Jogos de Plataforma

Também classificado por muitos como um Metroidvania, SteamWorld Dig 2, que foi lançado em 2017, é uma das opções mais complexas (em termos de mecânicas) desta lista. O game se passa em cenários que exibem um estilo visual muito atrativo e verdadeiramente único.

Como seu próprio título sugere, SteamWorld Dig 2 faz das escavações um dos pontos mais importantes do seu gameplay. Isto é, em muitos momentos, os players terão que começar a cavar para poder avançar. Vale destacar que esse é mais um jogo que possui um alto nível de dificuldade. Então, é bom se preparar!

Yoku’s Island Express

Chagamos agora ao “diferentão” desta lista de jogos de plataforma. Sim, Yoku’s Island Express merece esse “título”, pois apresenta construções típicas do “gênero plataforma”, mas também tem elementos oriundos dos famosos jogos de pinball, além de um grande mundo aberto.

Lançado em 2018, Yoku’s Island Express vem acumulando reviews positivos e esse resultado é uma espécie de prêmio para toda a criatividade do game. Como se as mecânicas inteligentes já não fossem o suficiente, o título ainda tem um estilo visual bem peculiar e muito bem construído. Jogão!

TowerFall Ascension

Jogos de Plataforma

Ainda na linha dos jogos diferenciados, cito agora o intenso TowerFall Ascension, de 2014. Esse game é um clássico jogo de plataforma, mas acaba se tornando também um belo de um jogo de luta. Isso mesmo! Toda a ação acontece em cenário 2D de estilo retrô e tudo é muito competitivo.

Ao contrário dos outros jogos desta lista, TowerFall Ascension não tem como objetivo alcançar o fim das fases. Em outras palavras, o vencedor das partidas será aquele que eliminar os seus adversários primeiro. E sim, por conta dessa premissa, o jogo é muito indicado para um gameplay multiplayer.

Dyo

Jogos de plataforma geralmente oferecem belos quebra-cabeças para mexer com as mentes dos players. Nesse caso, Dyo é um grande exemplo. O jogo foi lançado em 2018 e conseguiu ganhar muitos prêmios graças às suas construções inteligentes e ao seu gameplay cooperativo.

De uma forma resumida, Dyo coloca os players na pele de Minotauros e os desafia a superar os muitos obstáculos de um labirinto. O jogo é uma espécie de releitura da famosa história grega e consegue realmente “obrigar” os players a trabalharem suas mentes ao máximo. Excelente!

Rayman Legends

Falemos agora de um jogo que pertence a uma franquia lendária dentro do gênero, ou seja, Rayman Legends, de 2013. O game apresenta muitas mecânicas clássicas, mas seus elementos de ação são bem interessantes e o gameplay cooperativo é um espetáculo à parte.

Com cenários impecáveis como plano de fundo e muitos desafios ao longo das fases, Rayman Legends se apresenta como uma aventura realmente encantadora. Além disso, o time de heróis pirados que fica à disposição dos players é uma verdadeira comédia. Que jogo divertido!

Sonic Forces

Jogos de Plataforma

Uma lista de jogos de plataforma que não conta com um jogo do Sonic ou do Mario não pode ser respeitada, não é mesmo? Bem, eu sei disso. Portanto, resolvi relembrar do controverso Sonic Forces, de 2017. Mesmo com um visual belíssimo o jogo acabou não fazendo tanto sucesso quanto se esperava, mas ainda promove uma grande jornada.

Dentre os pontos interessantes do game, acredito que valha a pena destacar o sistema de criação de personagens e a bela história. Sonic Forces “transita” entre 2D e 3D e conta com fases desafiadoras e um ritmo bastante acelerado. Para ser sincero, não sei por qual motivo esse game não agradou (eu adoro).

Super Mario Maker 2

Jogos de Plataforma

Para fechar esta lista em grande estilo, meu eleito é o fenômeno Super Mario Maker 2, de 2019. Além de dar ao player a oportunidade de criar o seu próprio jogo do Mario, esse título conta com uma comunidade incrível, que ajudou a dar vida a desafios insanos.

Super Mario Maker 2 pode ser considerado um fenômeno, pois incitou um grande movimento na web, que sempre exibia novas fases desafiadoras e players de extrema habilidade, superando cada obstáculo. Na sua última atualização, o game ainda apresentou uma série de ferramentas que garantem a criação de um jogo completo. Incrível!

Jogos de Plataforma: prepare-se para ter dores nos dedos!

Conforme destaquei em algum ponto do texto, eu sou um grande fã de jogos de RPG “à moda antiga”. Por conta disso, acabei perdendo a prática para enfrentar jogos de plataforma. Daí, recentemente, quando fui experimentar o ótimo Ori and The Blind Forest, que está disponível no Xbox Game Pass para PC e Console, fiquei com muitas dores nos dedos.

E essa é uma prova de que os jogos de plataforma realmente nos tiram da nossa zona de conforto e desafiam os nossos reflexos ao máximo. Assim, espero que você tenha gostado da lista e decida embarcar em alguma das jornadas apresentadas. Se tiver outro game a indicar, fique à vontade para deixar as suas sugestões no campo dos comentários. No mais, prepare os dedos e divirta-se. Até mais…

Deixe seu comentário!