Early Access e a ideia de apostar em jogos promissores!

Assim como as plataformas de financiamento coletivo, o regime Early Access é um dos responsáveis por alavancar o processo produtivo de determinados jogos. Por meio desse sistema, os desenvolvedores, especialmente os independentes, conseguem captar recursos enquanto ainda estão trabalhando nos projetos.

Em outras palavras, podemos dizer que o regime Early Access é uma solução que tem salvado uma série de projetos e garantido a oferta de grandes games para os players. E o mais interessante, é que grandes jogos já estão disponíveis graças a esse sistema.

Sendo assim, eu criei este post com o intuito de lhe explicar melhor como funciona o regime Early Access e chamar a atenção para os jogos que já estão disponíveis para você apostar neles. Conforme irá notar, montei uma seleção com games que prometem muito… vamos conferir?

O que é Early Access?

Early Access ou Acesso Antecipado é o nome dado a um sistema de financiamento no qual os players pagam por uma versão inicial de determinado jogo, a fim de ajudar os desenvolvedores a captarem recursos para finalizar o projeto.

A ideia é muito parecida com o sistema de crowdfunding, mas o destaque, nesse caso, vai para o fato de os players já terem acesso ao game. Isto é, os desenvolvedores só entram no regime Early Access quando seus produtos já estão em um nível jogável.

Como não poderia deixar de ser, o regime é o grande responsável pela criação de diversos jogos indie. Afinal, os desenvolvedores de menor porte geralmente não têm recursos para a realização de testes “internos”. Daí, eles apostam no Early Access para captar recursos para o desenvolvimento e ainda receber o feedback diretamente dos players.

Vale destacar que a Steam foi uma das grandes responsáveis por tornar esse sistema popular. Não à toa, existe até mesmo uma tag “Early Access” para agregar os games da loja que estão dentro desse programa.

Outro grande precursor desse regime foi Minecraft. Enquanto o aclamado game estava sendo desenvolvido, os players pagavam cerca de 25% do valor do produto, após finalizado.

Resumindo, o regime Early Access é uma solução capaz de favorecer tantos os desenvolvedores quanto os players. Por isso, sua popularidade não parou de crescer ao longo dos anos.

Detalhes Importantes sobre o Sistema

Agora que você já tem uma noção clara de como funciona o regime Early Access, podemos falar sobre alguns detalhes importantes. Nesse caso, gostaria de enaltecer algumas vantagens e desvantagens do referido sistema.

Para começar, é inegável que a ideia de Acesso Antecipado dá aos desenvolvedores um oportunidade para captar recursos e receber feedback diretamente do público-alvo.

Do lado dos players, o maior benefício é a chance de adquirir um jogo por um preço muito mais acessível, como se fosse uma “aposta na ideia”.

E é exatamente essa questão de “apostar em uma ideia” que acaba trazendo à tona o principal risco do regime, ou seja, há a chance de o player adquirir um jogo incompleto, que jamais será finalizado. Sim, isso pode acontecer.

Logicamente, os motivos que levariam um desenvolvedor a não entregar o que foi prometido são muitos. Por conta disso, antes de adquirir um jogo em Early Access, o ideal é analisar a desenvolvedora, a qualidade do material (no estado em que está), etc.

Ademais, para evitar problemas, é sempre bom ter em mente o fato de que o processo de desenvolvimento dos jogos nesse regime tende a ser um pouco mais lento. Logo, ao fazer uma compra de um jogo ainda em desenvolvimento, não espere um lançamento no dia seguinte, ok?

Destaques que estão em Early Access

Bem, se você chegou até este ponto do post, tenho certeza de que o conceito de Early Access já ficou muito claro para você. Portanto, logo abaixo, irei apresentar uma boa série de games que ainda estão em Acesso Antecipado e que, sem sombra de dúvidas, merecem o seu investimento. Acompanhe…

Temtem

Early Access

Para abrir esta lista de games que ainda estão em Early Access, temos uma das maiores surpresas de 2020, ou seja, o excelente Temtem. Esse game despontou como um dos destaques nos primeiros meses do ano e conseguiu acumular uma grande quantidade de fãs, por suas construções que remetem aos games da franquia Pokémon.

Desde a sua estreia, Temtem vem sendo aprimorado constantemente e todas as novidades deram ao título um apelo ainda maior. Recentemente, o preço do jogo foi aumentado, pois as adições ao conteúdo atribuíram um valor ainda maior ao projeto. Vale a pena conferir!

Hades

Early Access

Por ser um produto dos mesmos criadores dos aclamados Bastion e Transistor, Hades já fez a sua estreia chamando enorme atenção. Aliás, o game foi um dos primeiros títulos em Early Access a fazerem parte da biblioteca da Epic Games Store. Desde 2018, o jogo tem promovido um jornada muito emocionante.

De modo geral, Hades pode ser considerado como um action-RPG isométrico, que apresenta um estilo visual belíssimo e mecânicas típicas de jogos rogue-like. Esse game é uma excelente opção para quem busca por uma aventura desafiadora e rica em elementos grandiosos.

Satisfactory

Ostentando reviews extremamente positivos, por parte dos players, Satisfactory é aquele tipo de game que traz novas perspectivas para gêneros clássicos. O título fez a sua estreia em 2020 e logo se destacou por sua ideias criativas e seu gameplay altamente imersivo.

Satisfactory é um jogo de construção e exploração, que desafia os players a criarem fábricas enormes, nos mais diversos biomas. O game conta com um visual bem atrativo e sua visão em primeira pessoa garante a total interação com as muitas mecânicas encontradas ao longo da aventura. Bela opção!

Griftlands

Early Access

Falando em games com ideias criativas, Griftlands (de 2020) é um game que mescla elementos de diversos gêneros, combinando aspectos atrativos de uma forma coesa e muito bem desenvolvida. Além disso, o game ainda conta com um estilo artístico muito bonito.

Mesmo sendo classificado como um jogo de RPG em turnos, Griftlands apresenta elementos típicos de grandes jogos de cartas gratuitos, jogos de estratégia e jogos rogue-like. Assim sendo, se você busca por uma opção diferenciada e com uma bela história, esse jogo merece uma chance.

Noita

Early Access

Remetendo a grandes jogos Metroidvania e a alguns jogos de ação, Noita, de 2019, é mais um dos games que merecem ser destacados nesta lista. Apesar de exibir construções de “ar retrô”, o título conta com um gameplay bem dinâmico e ideias muito criativas, que ficam evidentes ao longo da jogatina.

Como acontece com a maioria dos jogos indie, Noita exige que o player supere o preconceito relacionado às construções e estruturas mais simples. Quando isso acontece, o game se apresenta como uma jornada desafiadora, na qual as ações dos inimigos e dos próprios mapas são imprevisíveis.

Subnautica: Below Zero

Early Access

Acompanhando o “ganho de popularidade” que os jogos de sobrevivência tiveram nos últimos anos, Subnautica: Below Zero surgiu como uma continuação do aclamado Subnautica e conseguiu promover uma nova rodada de desafios, em águas gélidas e profundas.

Subnautica: Below Zero fez a sua estreia no regime Early Access em 2019 e, desde então, vem acumulando reviews muito positivos. Obviamente, o sucesso do título tem relação direta com todo o apelo do primeiro Subnautica. Mesmo assim, é uma experiência que ainda reserva muitas surpresas.

Quantum League

Abrindo a segunda metade desta lista de exemplos de jogos em Early Access, temos Quantum League. O título fez a sua estreia em 2020 e conseguiu se destacar por apresentar uma proposta singular e, de certo modo, revolucionária, dentro do segmento dos jogos FPS.

Quantum League reúne muitos elementos dos chamados Hero Shooters e de certos jogos Battle Royale. No entanto, seu principal chamariz é o gameplay, que envolve paradoxos temporais e curtas viagens no tempo. O game tem um plano de desenvolvimento muito transparente e, por isso, é uma aposta bem segura!

Mount & Blade II: Bannerlord

Surgindo como a sequência de um game aclamado pela crítica, Mount & Blade II: Bannerlord pode ser considerado como experiência definitiva, em termos de simulação da era medieval. O jogo fez a sua estreia em 2020 e continua sendo otimizado com grande frequência.

Em suma, Mount & Blade II: Bannerlord apresenta um gampelay rico em elementos de estratégia e ação. Além disso, os detalhes de oriundos de jogos de RPG e o belo mundo aberto conseguem favorecer o alto nível de imersão alcançado pelo game. Incrível!

Grounded

Provando que as ideias do regime Early Access não são ótimas apenas para os desenvolvedores indie, nossa lista estaciona agora no divertido Grounded. O jogo fez a sua estreia em 2020 e é uma produção da aclamada Obisidian Entertainment, que pertence à Xbox Game Studios e é reconhecida por criar grandes jogos de RPG.

Em Grounded, os players assumem o papel de crianças que foram encolhidas e devem superar os muitos desafios de um jardim. O jogo conta com sistemas bem inteligentes e surpreende a todos aqueles que esperam por uma aventura “mais família”. O desafio é grande, não se engane!

Rogue Legacy 2

Early Access

Aprimorando os sistemas que levaram seu antecessor à glória, Rogue Legacy 2, de 2020, é mais um título criativo que merece a sua atenção. O game reúne elementos dos amados Metroidvanias e “nuances rogue-like” que prometem deixar os jogadores frustrados, em cada uma das fases.

Dentre os muitos destaques do jogo, a ideia de termos um herói imperfeito é o que mais chama a atenção. Isso mesmo! Seu herói pode ser daltônico, pode ter um problema com flatulência… enfim, Rogue Legacy 2 é um exemplo de criatividade e só não é mais engraçado, pois morrer muitas vezes pode deixar alguns players furiosos.

Gunfire Reborn

Seguindo a linha de clássicos como Borderlands, Gunfire Reborn, que fez a sua estreia em 2020, tem tudo para se tornar um dos mais interessantes jogos de aventura, RPG e ação dos últimos tempos. Não, não é exagero! O jogo apresenta ideias muito peculiares e um gameplay bastante divertido.

Marcado por apresentar um estilo visual mais fantasioso, Gunfire Reborn também exibe construções típicas de grandes jogos FPS e elementos de jogos rogue-like. Com isso, os players se deparam com uma jornada rica em adrenalina e desafios terríveis.

Edge of Eternity

Para arrematar esta lista em grande estilo, meu eleito é Edge of Eternity. Esse lindo JRPG fez a sua estreia no regime Early Access em 2018 e vem evoluindo aos poucos, mas sempre com muito requinte e grandes pacotes de conteúdo. O jogo tem um visual impecável e muitas construções de RPGs à moda antiga.

Como eu sou um grande fã de jogos de RPG, já venho “namorando” esse projeto há algum tempo e posso dizer, com muita propriedade, que se trata de uma jornada memorável. Em todas as construções, o cuidado dos desenvolvedores fica muito evidente. Por esse e outros motivos, essa é mais uma aposta certeira!

Early Access: você pode apostar também!

Chegamos ao fim de mais um post e eu espero que as minhas explicações e exemplos tenham lhe ajudado a entender perfeitamente como funciona o regime Early Access. E, claro, espero que as minhas sugestões sirvam para embalar muitas horas de jogatina.

Em síntese, o regime Early Access dá a você, na condição de player, o poder para apostar em projetos promissores e adquirir games incompletos, por preços muitos mais atrativos. Portanto, sugiro que fique sempre de olho em todas as possibilidades dentro desse segmento. Até mais…

Deixe seu comentário!