Financiamento Coletivo: a solução que tira os games do papel!

De uns tempos para cá, plataformas de financiamento coletivo, como o Kickstarter, vêm ganhando enorme importância no mundo dos games. E isso tem acontecido, pois essas soluções cumprem um papel muito importante, no que tange à captação de recursos para os projetos dos desenvolvedores.

Em outras palavras, são essas plataformas que ajudam os estúdios de desenvolvimento a levantarem fundos para a finalização dos seus games. Essa ideia tem ficado tão popular que até mesmo algumas empresas renomadas já decidiram apostar nela.

E foi por reconhecer o grande valor das plataformas de financiamento coletivo (para o mundo dos games) que eu resolvi criar este post. Como irá notar, tratei de apresentar uma explicação sobre o funcionamento desse sistema de captação de recursos e exemplos de títulos que foram lançados por meio dele. Vamos conferir?

O que é Financiamento Coletivo?

Para dar início ao meu post, o ideal é entendermos o que é financiamento coletivo e como esse sistema é importante para o mundo dos games, especialmente, no que diz respeito ao apoio dado aos jogos indie.

Nesse caso, de forma resumida, podemos entender o financiamento coletivo (ou crowdfunding) como um sistema através do qual diversas pessoas resolvem “abraçar uma ideia” e contribuir (financeiramente) para que ela “saia do papel”.

Por exemplo… digamos que um desenvolvedor indie começa a criar um jogo. Ele cria a base do game e formata uma ideia. Daí, esse dev recorre a uma plataforma de financiamento coletivo e apresenta seu plano para possíveis financiadores. Se a ideia agradar, as pessoas irão contribuir (recebendo recompensas por isso) e o projeto poderá “ver a luz do dia”.

Logicamente, para atrair a atenção das pessoas, as campanhas de captação de recursos deverão ser muito bem pensadas. Aliás, algo muito comum é dar aos investidores alguns motivos adicionais para eles realizarem as contribuições.

De todo modo, o importante é entender que esse sistema pode favorecer os desenvolvedores e ajudá-los a captar recursos para a finalização dos projetos. Em contrapartida, os gamers podem apostar em ideias atrativas e ter acesso a games que não existiriam sem a ajuda deles.

Enfim, embora eu creia que a ideia básica do financiamento coletivo seja bem simples, separei abaixo uma lista com dez títulos que foram lançados graças a esse sistema. Assim, você poderá ter uma noção mais clara do quanto essa solução pode favorecer a indústria.

Bloodstained: Ritual of the Night

Financiamento Coletivo

Abrindo esta lista com jogos que foram criados graças ao sistema de financiamento coletivo, temos o excelente Bloodstained: Ritual of the Night, de 2019. O game é um metroidvania de alto nível, que foi dirigido por Koji Igarashi (ex-produtor da franquia Castlevania).

A campanha de Bloodstained: Ritual of the Night no Kickstarter foi um grande sucesso e o game conseguiu acumular mais 64 mil investidores e um total de 5,5 milhões de dólares. Com esse dinheiro, os desenvolvedores conseguiram produzir o game e incluir muito conteúdo adicional na aventura.

Divinity: Original Sin 2

Divinity: Original Sin 2, lançado em 2017, recebeu aclamação universal e foi apontado por muitos membros da crítica especializada como o melhor jogo de RPG de todos os tempos. Bem, de fato, o jogo é incrível e saber que esse projeto só se tornou real graças a uma campanha no Kickstarter é mais uma prova do poder dos sistemas de financiamento coletivo.

De acordo com as informações presentes na página do game no Kickstarter, a campanha foi encerrada com mais de 42 mil investidores e um total de 2 milhões de dólares. Como a meta inicial era 500 mil dólares, o valor excedente foi utilizado para transformar Divinity: Original Sin 2 na obra-prima que ele se tornou.

Kingdom Come: Deliverance

Recentemente, Kingdom Come: Deliverance (de 2018) foi um dos presentes gratuitos da Epic Games Store, sendo apresentado como um dos grandes jogos de RPG dos últimos tempos. E sim, esse game, que dá enorme ênfase à ideia de “Role-Play”, é realmente uma força a ser reconhecida.

A campanha do jogo no Kickstarter foi lançada com o objetivo de levantar cerca de 300 mil euros. Entretanto, no fim de tudo, o projeto contabilizou cerca de 35 mil investidores e 1,1 milhão de euros, o que acabou deixando a última meta “em aberto”. Ainda assim, esse é mais um exemplo poderoso para esta lista.

Shenmue 3

Financiamento Coletivo

Shenmue 3, lançado em 2019, é mais um “tesouro do crowdfunding” que merece ser destacado nesta lista. Na verdade, decidi citar o título para mostrar que o financiamento coletivo pode ser uma alternativa para trazer de volta alguns dos grandes games do passado.

E o apelo da franquia (que nasceu no Dreamcast) é tão grande que o balanço final da campanha no Kickstarter exibe um resultado de quase 70 mil investidores e mais de 6,3 milhões de dólares arrecadados (a meta era 2 milhões). Em suma, Shenmue 3 foi um dos games mais bem-sucedidos dentro desse sistema.

The Wonderful 101: Remastered

Fechando a primeira metade desta lista, cito The Wonderful 101: Remastered, que fez a sua estreia em 2020 e chegou para promover uma experiência renovada, em relação ao título original, que marcou época no Wii U. O detalhe, nesse caso, é o fato de o game ser um produto da Platinum Games, que não é uma empresa pequena.

Saber disso, é uma prova de que os sistemas de crowdfunding são uma solução que pode favorecer toda a indústria dos games. No Kickstarter, The Wonderful 101: Remastered acumulou 235 milhões de ienes e mais de 35 mil investidores, superando, por muito, as metas definidas no início da campanha.

Mighty No. 9

Financiamento Coletivo

Entrando na segunda metade desta lista, temos Mighty No. 9. Esse game, que fez a sua estreia em 2016, acabou não sendo tão badalado quanto se esperava, mas foi um sucesso no Kickstarter. O título conseguiu se destacar por ser uma produção chefiada por Keiji Inafune (cocriador do icônico Mega Man).

Mighty No. 9 é um jogo de aventura e plataforma que acumulou, em sua campanha no Kickstarter, mais de 67 mil investidores e 3.8 milhões de dólares (a meta inicial era de 900 mil dólares). Tanto sucesso elevou as expectativas em relação ao título, mas, como eu destaquei, ele acabou não conquistando “as massas”, mesmo sendo um ótimo game.

Torment: Tides of Numenera

Financiamento Coletivo

Outro game que acabou não sendo tão bem-sucedido quanto a sua campanha no Kickstarter foi Torment: Tides of Numenera, de 2017. O game é um ótimo RPG isométrico com “ares de Diablo” e traz uma história bem interessante para fãs de jogos de RPG.

Todavia, por conta dos números obtidos na campanha de financiamento coletivo, esperava-se muito mais de Torment: Tides of Numenera. Para você ter uma ideia, o game tinha uma meta inicial de 900 mil dólares e, graças aos mais de 74 mil investidores, acumulou 4.1 milhões de dólares.

Star Citizen

Financiamento Coletivo

Falando em jogos que elevaram as expectativas, por conta dos resultados de campanhas de crowdfunding, eu não poderia deixar de citar o audacioso Star Citizen. O game ainda está em desenvolvimento, mas já ofereceu aos investidores algumas experiências bem atrativas.

Conforme eu pontuei, Star Citizen é um projeto ambicioso, cujas ideias (um MMO de exploração espacial) conseguiram conquistar os fãs e mexer com suas imaginações. Atualmente, os valores acumulados pelo game não estão atualizados no site oficial, mas informações recentes sugeriram mais de 335 milhões de dólares. Assustador, não acha?

Sea of Stars

Sea of Stars, que já foi apresentado em detalhes aqui no site da V7 Games, é mais um projeto que merece atenção e destaque nesta lista. O título está previsto para ser lançado em 2022 e promete deixar os fãs dos clássicos do gênero RPG realmente encantados.

No Kickstarter, Sea of Stars superou a meta inicial (133 mil dólares canadenses) com facilidade, e registrou, ao fim da campanha, mais de 25 mil investidores e mais de 1,6 milhão de dólares canadenses. Os valores arrecadados renderam até mesmo um DLC grátis para quem apoiou o projeto.

Eiyuden Chronicle: Hundred Heroes

Financiamento Coletivo

Para fechar minha lista em grande estilo, meu eleito é o promissor Eiyuden Chronicle: Hundred Heroes, que está previsto para ser lançado em 2022 e já recebeu um tratamento especial aqui no site da V7 Games (confira o preview de Eiyuden Chronicle).

O título pode ser considerado como o mais recente fenômeno entre as campanhas de financiamento coletivo. E isso acontece, pois o game bateu a meta proposta (500 mil dólares) em poucas horas e a campanha no Kickstarter, que ainda está ativa, já acumulou mais de 29 mil investidores e quase 3 milhões de dólares. Esse merece a sua atenção!

Financiamento Coletivo: você pode ajudar!

Chegamos ao fim do post e acredito que a lista apresentada acima tenha sido suficiente para lhe ajudar a reconhecer que os sistemas de financiamento coletivo já são figuras muito importantes para o mundo dos games.

Graças a esses sistemas, diversos produtos incríveis já “saíram do papel” e muitos outros estão prestes a nascer. E o mais interessante é o fato de que qualquer player pode ajudar. Isto é, essa é uma oportunidade de apostar em ideias promissoras e depois aproveitá-las, quando elas estiverem prontas.

Portanto, sugiro que passe a olhar com maior atenção para as plataformas de financiamento coletivo, pois nelas você encontrará muitos possíveis tesouros que só esperam pelo seu apoio para serem transformados em realidade. Até mais…

Deixe seu comentário!