Jogos Brasileiros: 28 Exemplos da Qualidade dos Games “Brazukas”!

Nos últimos anos, a quantidade de jogos brasileiros disponíveis no mercado tem aumentado de uma forma considerável. Isso aconteceu, pois o Brasil passou a ser um dos grandes mercados do mundo e diversos órgãos públicos e instituições privadas resolveram investir na criação de uma indústria dos games por aqui.

Obviamente, criar uma indústria não é algo que pode ser feito “da noite para o dia”. Na realidade, nosso país ainda está “engatinhando” nesse sentido. Contudo, aquilo que os desenvolvedores “brazukas” têm feito, mesmo diante de muitas adversidades, é algo que merece muitas honrarias.

Reconhecendo isso, eu resolvi criar este post como uma forma de homenagear os bravos desenvolvedores brasileiros. Sim, montei uma lista com 28 jogos brasileiros que são exemplos da qualidade, da criatividade e do carinho aplicado à fabricação dos jogos “100% BR”… Bora conferir?

No Heroes Here

Jogos Brasileiros
Desenvolvedora: Mad Mimic.

Para abrir esta lista recheada de belos jogos brasileiros, meu eleito é o divertidíssimo No Heroes Here, de 2017. Seguindo a linha de games como Terraria e Starbound, esse título coloca os players em um ferrenha luta pela sobrevivência, que envolve coletar recursos e proteger um castelo.

No Heroes Here é um daqueles jogos co-op que conseguem manter todos envolvidos por um bom tempo e gerar momentos de muitas gargalhadas. O game tem um visual retrô que usa e abusa da técnica de pixel art e consegue se destacar pelas mecânicas bem elaboradas. Muito bom!

Alpha Beat Cancer

Jogos Brasileiros
Desenvolvedora: Mukutu.

Como não poderia deixar de ser, esta lista também considerou uma boa série de jogos de celular. Então, se você curte games mobile, há jogos brasileiros à disposição também. Nesse caso, indico o impecável Alpha Beat Cancer, o premiado game de 2018, que ensina sobre o câncer e seu tratamento.

Alpha Beat Cancer apresenta uma estrutura bem simples, com um visual flat e personagens carismáticos, mas é profundo em sua temática. O título é bastante educativo e faz com que o aprendizado acerca de tratamentos médicos fique muito mais lúdico e acessível. Lindo!

Starlit Adventures

Desenvolvedora: Rockhead Games.

Lançado em 2015, Starlit Adventures é um jogo de aventura e plataforma que está disponível para PS4 e dispositivos Android e iOS. Apesar de contar com uma estrutura típica de jogos 2D, muitos personagens e elementos são tridimensionais, o que dá ao game um “ar” bem diferenciado.

Nessa aventura, que é marcada por um grande número de fases e desafios, os players devem “quebrar a cabeça” para superar muitos puzzles e chefões imponentes. Starlit Adventures foi um dos grandes destaques do BIG Festival de 2016 e, por isso, merece a sua atenção.

Outlive

Desenvolvedora: Continuum Entertainment.

Falemos agora de uma lenda que acabou se tornando a fonte de inspiração para muitos desenvolvedores brasileiros, ou seja, o game Outlive. Esse clássico game de estratégia em tempo real foi lançado em 2001 e, de certo modo, chamou a atenção do mundo para a criatividade dos “devs Brazukas”.

Outlive obteve reconhecimento mundial, chegando a ser publicado pela Take-Two Interactive, nos Estados Unidos e na Europa. Para você ter uma ideia, muitos membros da mídia especializada em games alegam que esse título teve “poder de fogo” para brigar por espaço com o lendário StarCraft. Incrível, não acha?

A Lenda do Herói

Jogos Brasileiros
Desenvolvedora: Dumativa Game Studio & Castro Brothers.

A Lenda do Herói é um daqueles jogos indie que deixam claro por que esse universo independente é tão famoso. Esse game, que foi lançado em 2016, é uma impecável aventura musical, que esbanja criatividade e apresenta uma jornada épica com belas construções de “ar retrô”.

Sem sombra de dúvidas, A Lenda do Herói é um dos jogos mais inteligentes já criados. Afinal, uma aventura na qual a trilha sonora cumpre o papel de narrar as ações do jogador (e fazer muitas piadas) é algo que não vemos todos os dias por aí. É impossível não amar esse jogo!

Horizon Chase Turbo

Jogos Brasileiros
Desenvolvedora: Aquiris Game Studio.

Em 2018, Horizon Chase Turbo surgiu para mexer com o coração dos players que dedicaram muitas horas das suas vidas ao lendário Top Gear (1992, SNES). Com seus gráficos estonteantes, tão modernos quanto nostálgicos, o game se tornou uma grata surpresa e logo “caiu nas graças” da comunidade gamer.

Repleto de belas paisagens e pistas desafiadoras, Horizon Chase Turbo consegue reviver as emoções da era do Super Nintendo e, mesmo tendo uma ‘pegada nostálgica”, consegue manter-se como uma opção bem moderna para os fãs da alta velocidade. Grande jogo!

Bloodstone Online

Desenvolvedora: Streamy.

Falando em jogos brasileiros que remetem a grandes clássicos, cito agora o ótimo Bloodstone Online, de 2020. Esse game é uma verdadeira homenagem ao lendário Tibia, que é um dos MMORPGs mais influentes da história desse gênero (e que fez grande sucesso no Brasil).

Por remeter ao “jurássico” Tibia, Bloodstone Online é uma opção que rapidamente chamou a atenção dos players mais veteranos. Contudo, o game traz opções bem modernas e consegue se manter atrativo para os fãs “mais novinhos” de um bom MMORPG. Vale a pena conferir.

Odallus: The Dark Call

Desenvolvedora: Joymasher.

Para quem curte o gênero Metroidvania, Odallus: The Dark Call (de 2015) surge nesta lista de jogos brasileiros como uma alternativa que merece destaque. O título conta com um estilo artístico que remete ao clássico Castlevania III: Dracula’s Curse (1989, NES) e oferece um nível de dificuldade altíssimo.

Aliás, no que tange à dificuldade, os jogos da Joymasher (que é uma das principais desenvolvedoras brasileiras da atualidade) são sempre um destaque à parte. Em suma, Odallus: The Dark Call é um Metroidvania de respeito, que só pode ser aproveitado por gamers que não fogem dos grandes desafios.

Lenin – The Lion

Desenvolvedora: Lornyon.

Apesar de não ser tão badalado quanto certos games desta lista, Lenin – The Lion, de 2019, é um dos meus favoritos. Esse jogo brasileiro nos faz lembrar de certos clássicos RPGs da era do Super Nintendo e tem um “ar de Undertale” que não pode ser negligenciado de forma alguma.

Ao longo da aventura, os players assumem o controle de Lenin, um leão albino que sofre por ser diferente. Lenin – The Lion está cheio de puzzles, mas é com sua premissa e certas passagens “in-game” que o game encanta. Certamente, esse é um título muito indicado para quem gosta de histórias emocionantes.

Kaze and The Wild Masks

Desenvolvedora: Vox Game Studio.

Dentre os jogos indie, é muito comum encontrarmos opções que remetem a clássicos da década de 1990. Nesse caso, Kaze and The Wild Masks deixa isso muito claro, já que todas as construções remetem a jogos de plataforma lendários, como Sonic The Hedgehog, Super Mario e Donkey Kong.

Na aventura, os players se deparam com uma curiosa mecânica na qual, ao fazer uso de certas máscaras, Kaze ganha poderes inimagináveis. Vale ressaltar que game ainda não foi lançado oficialmente (previsão para o fim de 2020), mas uma versão beta já foi liberada e merece ser testada (ótima opção entre os jogos para PC fraco).

Knights of Pen & Paper

Jogos Brasileiros
Desenvolvedora: Behold Studios.

Nossa lista de jogos brasileiros “esbarra” agora em um game de RPG que leva muito a sério a ideia de “Role-Play”. Sim, Knights of Pen & Paper, de 2012, promove uma aventura digna dos grandes RPG de mesa, apostando na imaginação para envolver os players.

Mesmo com seus gráficos retrô e sua simplicidade, Knights of Pen & Paper é um daqueles jogos de RPG que nenhum fã do gênero pode deixar de conferir. Além disso, o game é produto de um dos principais estúdios de jogos do Brasil. Isto é, o alto nível da jogatina estará garantido.

Dandara

Jogos Brasileiros
Desenvolvedora: Long Hat House.

Voltando a falar sobre jogos que seguem a linha do gênero Metroidvania, temos aqui o incrível Dandara, de 2018. Esse game é um dos jogos brasileiros mais conhecidos no mundo e suas construções belíssimas são a prova irrefutável dos motivos que levam isso a acontecer.

Em todos os seus aspectos mais destacados, Dandara consegue se tornar um game atrativo. A premissa é interessante, a trama é envolvente, o gameplay é bem movimentado e, com toda a certeza, os desafios são complicados o suficiente para chamar a atenção dos gamers mais audaciosos.

Blazing Chrome

Desenvolvedora: Joymasher.

Para adicionar mais adrenalina à lista resolvi citar o grande Blazing Chrome. O título foi lançado em 2019 e conseguiu chamar a atenção da comunidade gamer por apresentar uma jornada muito semelhante à de jogos como Contra e GunForce. Além disso, a dificuldade do jogo o colocou em muitas listas com os jogos atuais mais desafiadores.

Blazing Chrome é aquele tipo de jogo no qual o player não tem nem um segundo para descansar. Tudo se passa em um ambiente 2D bem estiloso, no qual os projéteis e os inimigos não param de surgir. Cabe destacar que esse título é uma ótima opção para quem gosta dos famosos “jogos para dois”.

Trigger Run

Desenvolvedora: 2axion.

Apesar de ter sido desenvolvido nos Estados Unidos, Trigger Run (2020) é um produto feito pelos brasileiros do estúdio 2axion. E o que chama mais atenção nesse game é o fato de as suas construções não remeterem ao mundo indie, mas sim, a um gigante conhecido como Overwatch.

Isso mesmo! Trigger Run é um excelente Hero Shooter que promove conflitos muito interessantes entre os players e traz uma boa quantidade de heróis e habilidades distintas. O gameplay é bastante movimentado e alguns sistemas “in-game” fazem essa opção se destacar dentro de um gênero bem disputado.

Darkness Falls

Jogos Brasileiros
Desenvolvedor: Gabriel Pilan.

Darkness Falls pode ser considerado como o “novato” nesta lista de jogos brasileiros. O título “saiu do forno” há poucos dias, após quatro anos de desenvolvimento, e se apresenta como uma daquelas aventuras criadas por um único desenvolvedor, que resolveu superar todas as adversidades para apostar no seu sonho.

E o curioso é o fato de o sonho do desenvolvedor Gabriel Pilan ser um verdadeiro pesadelo! Pois é! Darkness Falls é um daqueles jogos de terror que fazem “gelar a espinha” e mantêm o player envolvido do início ao fim. O título é gratuito. Logo, sugiro que não deixe de testá-lo.

Sword Legacy: Omen

Desenvolvedoras: Firecast Studio & Fableware Narrative Design.

Para quem curte jogos de RPG táticos, Sword Legacy: Omen é a opção indicada nesta lista. Lançado em 2018, esse game apresenta um nível de qualidade altíssimo, uma narrativa muito bem desenvolvida e construções que seguem um estilo muito semelhante ao dos jogos da aclamada franquia The Banner Saga.

Outro ponto que merece destaque em Sword Legacy: Omen é o fato de o game apresentar uma “versão alternativa” do famoso mito do Rei Arthur. A temática foi muito bem explorada e o gameplay garante uma experiência “Role-Play” desafiadora e cheia de elementos estratégicos. Ótimo jogo!

Chroma Squad

Jogos Brasileiros
Desenvolvedora: Behold Studios.

Já que citei uma bela opção para os fãs de RPGs táticos, nada melhor do que citar outra, não é mesmo? Nesse caso, temos aqui o belo Chroma Squad, de 2015. Dotado de um gameplay bem divertido e gráficos retrô cheios de estilo, o game consegue arrebatar os players com sua premissa peculiar.

Em linhas gerais, Chroma Squad foca na história de um time de dublês que decidem criar o seu próprio programa de TV, baseado nas histórias dos Power Rangers. E é nesse contexto que todos os conflitos se desenvolvem e acabam prendendo a atenção dos players de um modo muito interessante.

Oniken

Desenvolvedora: Joymasher.

Completando a “trilogia Joymasher” desta lista, temos Oniken, de 2014. Esse game pode ser considerado um Metroidvania (pelo “lado Metroid” do gênero). Além do mais, como se trata de um game da mesma desenvolvedora de Blazing Chrome e Odallus, o padrão de dificuldade é bem alto.

No jogo, os players assumem o papel de um ninja mercenário que faz parte de um movimento de resistência e se posiciona contra um regime totalitário. O gameplay traz uma boa movimentação e elementos que transportam os players para a “era do nintendinho”.

Ponami

Jogos Brasileiros
Desenvolvedora: Jogos Aurora.

Para que eu não seja acusado de deixar os jogos de celular de lado, “retorno” aos dispositivos móveis e apresento o excelente Ponami. Dentre os jogos brasileiros para android, esse é um dos mais bem-sucedidos dos últimos tempos. Para você ter uma ideia, o game já foi baixado por mais de quinhentos mil players.

Apesar de ser um game relativamente simples, Ponami é muito bem construído e consegue apresentar elementos que acabam chamando a atenção dos fãs de jogos de aventura, plataforma e RPG. O jogo também merece destaque por sua temática relacionada à cultura dos índios brasileiros.

Aritana and the Twin Masks

Jogos Brasileiros
Desenvolvedora: Duaik Entretenimento.

Aritana and the Twin Masks, lançado em 2019, é uma audaciosa sequência para o aclamado Aritana and the Harpy’s Feather. O título também foca na cultura indígena e oferece uma jornada cheia de elementos mitológicos e cenários tipicamente brasileiros.

O que chama mais a atenção em Aritana and the Twin Masks é o fato de o game representar uma grande evolução, em relação ao seu antecessor. Harpy’s Feather (o primeiro game da série) é um jogo de plataforma 2.5B bem básico, enquanto Twin Masks é uma aventura 3D de mundo aberto que merece ser degustada!

Redo!

Desenvolvedor: Robson Paiva.

Dando destaque a mais um produto de um bravo “lobo solitário” nesta lista de jogos brasileiros, apresento o ótimo Redo!. Esse poderoso Metroidvania foi lançado em 2019 e conseguiu obter destaque por apresentar um mundo distópico no qual os habitantes são máquinas biológicas hostis.

No papel de uma garota que decide explorar o desolador mundo do game, os players devem superar desafios surreais. Os cenários são bem elaborados e o gameplay revela alguns elementos capazes de elevar o nível de adrenalina ao máximo. Essa é outra ótima opção para quem busca grandes desafios.

Zueirama

Jogos Brasileiros
Desenvolvedora: Memes Games.

Dentre os muitos jogos brasileiros que foram lançados em 2019, Zueirama foi um dos mais badalados e mais bem-sucedidos. Curiosamente, como o nome do game sugere, suas construção são mais “relaxadas” e o game acaba sendo uma opção para jogadores mais casuais.

Seguindo a linha de jogos de aventura e plataforma, Zueirama é um verdadeiro apanhado de memes e referências à cultura pop. Obviamente, por apresentar elementos tipicamente brasileiros, o game não poderia ficar de fora de uma lista cheia de produções “Brazukas”.

Dog Duty

Desenvolvedora: Zanardi and Liza.

Nesta lista de jogos brasileiros, citei uma boa quantidade de títulos inspirados em games clássicos do mundo dos games. Contudo, no caso de Dog Duty (2019), a inspiração vem de uma série de figuras de ação, conhecida aqui no Brasil como Falcon e Comandos em Ação (G. I. Joe, nos Estados Unidos).

Com referências como essas, não fica difícil imaginar que Dog Duty é um jogo de pura ação, no qual os tiroteios são intensos, as perseguições de carro são eletrizantes e as explosões são incessantes. O título ainda está no regime Early Access, mas merece a sua atenção!

Arida: Backland’s Awakening

Desenvolvedora: Aoca Game Lab.

Arida: Backland’s Awakening (2019) é, dentre os títulos desta lista de jogos brasileiros, aquele cuja ambientação mais remete ao nosso país. “Digo” isso, pois o game se passa no sertão nordestino e reflete a dura vida dos habitantes dessa região do Brasil.

No comando da personagem Cícera, os players devem explorar as áridas paisagens, em busca de recursos que possam ajudar na manutenção da vida. Apesar de as mecânicas comuns aos jogos de sobrevivência serem o grande destaque, o título conta com uma série de pequenas e emocionantes histórias. Muito bom!

Distortions

Jogos Brasileiros
Desenvolvedora: Among Giants.

Distortions, de 2018, é aquele tipo de jogo cuja qualidade visual é tão impactante que ninguém diria que se trata de um jogo brasileiro. Sim, o título é uma prova do poderio dos desenvolvedores “Brazukas” e realmente merece todos os elogios, em relação aos cenários e aos modelos dos personagens.

No que tange à sua premissa, Distortions traz ideias peculiares que acabam fazendo o game não ser tão atrativo para “as massas” (algo semelhante ao que aconteceu com Death Stranding). De qualquer forma, o jogo é muito bonito e já foi apontado como o melhor game brasileiro. Então, não deixe de experimentar.

Minoria

Jogos Brasileiros
Desenvolvedora: Bombservice.

Por mais que Momodora seja o primeiro e mais badalado título da Bombservice, resolvi incluir nesta lista o belo Minoria, de 2019. E optei por citar esse game, pois ele é, na realidade, o ápice da qualidade da desenvolvedora brasileira, que evoluiu muito após o título de estreia.

Minoria é mais um poderoso Metroidvania que aborda uma temática sombria e oferece um gameplay digno dos grandes clássicos. O título tem um estilo visual muito bonito e sua trama, que envolve bruxaria e fogueiras, traz conceitos bem maduros e interessantes. Excelente!

Akane

Jogos Brasileiros
Desenvolvedora: Ludic Studios.

Como os jogos Cyberpunk têm estado em alta recentemente, eu não poderia deixar de incluir o intenso Akane, de 2018, nesta lista. Esse é um game dotado de uma premissa muito simples (matar até a morte), mas que apresenta uma execução impecável, com um padrão estético belíssimo.

Akane se passa sob uma perspectiva top-down e seu único cenário remete ao lendário anime Akira. O jogo oferece um gameplay cheio de ação, no qual os players devem fazer de tudo para eliminar o maior número de inimigos antes de se depararem com uma morte inevitável. Drama!

Rio – Raised In Oblivion

Jogos Brasileiros
Desenvolvedora: First Phoenix Studio.

Para arrematar o meu “poderoso combo” de jogos brasileiros, decidi incluir aqui um game que ainda não foi lançado, mas que promete muito. Rio – Raised In Oblivion está previsto para estrear em outubro de 2020 e é um título que pode abrir muitas portas para os desenvolvedores brasileiros.

Em Rio – Raised In Oblivion, os players se encontram na cidade do Rio de Janeiro, mas em áreas cercadas por muros. Dentro dessas regiões, a violência é extrema e a luta pela sobrevivência se torna brutal. A ambientação e o gameplay prometem deixar muitos players “presos” ao game.

Jogos Brasileiros: Muitos Motivos para Ficarmos Orgulhosos!

Conforme eu destaquei no início do post, a “indústria dos games no Brasil” está apenas dando os seus primeiros passos. Porém, é por isso que os feitos dos desenvolvedores “Brazukas” merecem ser exaltados.

Aramados apenas com o amor pelos games e suas criatividades, os profissionais de criação de jogos do nosso país conseguiram gerar títulos impecáveis, mesmo lutando contra obstáculos complicadíssimos.

Sendo assim, esta lista com jogos brasileiros acaba sendo um exemplo de tudo que o nosso país pode oferecer e uma singela homenagem a tudo aquilo que já foi feito. Diante de tantas evidências incríveis do poder dos “nossos devs”, o que nos resta é apoiar os projetos nacionais e torcer para que mais pessoas criativas resolvam nos presentear com grandes games. Até mais…

Deixe seu comentário!