MOBA: o Universo além de DOTA e League of Legends

Quando o assunto é o gênero MOBA, é muito comum utilizarmos DOTA e League of Legends (LoL) como os expoentes e os representantes definitivos dos jogos desse tipo. E não é sem motivos. Afinal, esses dois games são ícones do mundo dos eSports e possuem uma base de fãs com milhões de jogadores.

Contudo, um grande erro é olhar para esses títulos e pensar que o gênero MOBA se resume apenas a essas duas opções. Pois é! Como esse é um tipo de jogo com mecânicas bem populares, a quantidade de opções de qualidade à disposição é enorme. Pensando nisso, eu resolvi criar este post.

Conforme irá perceber, decidi explicar um pouco sobre as características dos jogos pertencentes ao gênero MOBA e apresentar a você algumas alternativas aos poderosos DOTA e LoL. Sendo assim, sugiro que não deixe de conferir até o fim… vamos começar?

Um breve resumo do gênero MOBA

O gênero MOBA (Multiplayer Online Battle Arena), que também é conhecido como ARTS (Action Real-Time Stretegy) tem uma estrutura muito fácil de ser entendida.

De modo geral, os players assumem o controle de um personagem em uma batalha entre times e devem fazer de tudo para derrotar a base dos adversários. Tudo acontece dentro de arenas com formatos específicos e as mecânicas envolvem elementos de jogos de estratégia em tempo real.

Entretanto, um MOBA tradicional não possui elementos como gerência de base, coleta de recursos ou criação de exércitos. Por esse motivo, a ação dos players fica focada nos seus personagens (herói ou campeão, são os nomes mais comuns) e a jogabilidade acaba ficando semelhante a certos Action RPGs, como Diablo e Dungeon Siege, por exemplo.

Resumindo, o gênero MOBA oferece uma luta entre times (que acontece em arenas com formatos específicos) na qual os players devem usar todas as estratégias possíveis para derrotar a base do time adversário.

O gênero MOBA se resume a DOTA e LoL?

Como eu destaquei logo no início do post, DOTA e LoL são os expoentes máximos do gênero MOBA. Devido a isso, é fácil focar apenas nessas duas opções e deixar de lado alguns bons games que existem no mercado.

Então, pensando em “abrir os seus olhos” para outros games de excelente qualidade, separei abaixo alguns MOBAs que eu já experimentei e indico sem medo. Minha seleção é bem versátil e, sem dúvidas, vai lhe proporcionar boas horas de diversão. Confira…

Smite

MOBA

Para abrir esta lista com opções do gênero MOBA que vão além de DOTA e LoL, meu eleito é o poderoso Smite. Lançado em 2014, o game é um dos grandes destaques do gênero e chama a atenção pelo fato de os heróis serem figuras das mais diversas religiões e mitologias.

Dotado de diversos modos de jogo diferentes, Smite consegue promover interessantes conflitos entre divindades e tudo se passa em uma visão de terceira pessoa bem diferenciada. Além disso, os personagens são divididos em classes, o que faz a montagem das equipes ficar bem interessante. Grande game!

Fault

Assim como Smite, Fault traz uma perspectiva diferente para o gênero MOBA, fazendo as disputas parecerem uma jornada digna dos RPGs de Ação. O jogo ainda está em Early Access e é um produto que tem muito a crescer, mas merece a atenção de quem está querendo uma experiência “renovada”.

Classificado por seus desenvolvedores como um “next-gen MOBA” (MOBA da próxima geração), Fault conta com um visual muito bonito, mecânicas diferenciadas e uma série de desafios “in-game”, que fazem as batalhas ficarem muito divertidas e empolgantes. Vale a pena conferir!

Battlerite

MOBA

Tecnicamente, Battlerite é uma espécie de “produto derivado de um MOBA. “Digo” isso, pois o game, que foi lançado em 2017, não dá aos players a missão de destruir a base inimiga. Isto é, esse título foca nos combates e na ação, proporcionando uma experiência bem dinâmica e movimentada.

Apesar dos seus “pontos singulares”, Battlerite apresenta muitos elementos de estratégia em tempo real e arenas dignas de grandes games do gênero. Assim sendo, o título acaba se apresentando como uma alternativa bem interessante para quem deseja focar nos combates apenas. Muito bom!

Awesomenauts – the 2D MOBA

Falando em game diferentes dentro do gênero, eu não poderia deixar de citar o impecável Awesomenauts – the 2D MOBA, de 2012. Como o nome desse game sugere, sua construção é toda feita em 2D, o que dá aos conflitos um “ar de jogo de plataforma” sem igual.

Dentre os grandes destaques de Awesomenauts – the 2D MOBA, o que me chama mais atenção é o belo visual. Apesar de ser um game 2D, as ilustrações, dos cenários e personagens, são ricas em detalhes e promovem uma bela experiência visual. Para completar, o gameplay ainda é bem emocionante.

Heavy Metal Machines

MOBA

Fechando a primeira metade desta lista de jogos do gênero MOBA, temos um dos meus favoritos, o excelente Heavy Metal Machines. Para quem não sabe, esse é um game brasileiro, que substitui os tradicionais campeões do gênero, por carros altamente armados.

Quem jogou o lendário Rock N’ Roll Racing (1993) encontrará em Heavy Metal Machine uma espécie de sucessor espiritual, que oferece um gameplay muito mais competitivo e estratégico. Vale lembrar que o game é mais um “diferentão”, que não segue as regras de um MOBA à risca e proporciona muitas horas de diversão.

Spellsworn

Entrando da segunda metade desta lista, nos deparamos com o intenso Spellsworn, de 2018. Esse game é um “prato cheio” para quem curte uma temática relacionada a magia, bruxos, feiticeiros, etc. E, claro, é uma opção quase obrigatória para quem não dispensa um bom PVP.

Em Spellsworn, os players são “jogados” em arenas com espaços reduzidos e não precisam se preocupar com nada além de derrotar os adversários. Sim, esse é um MOBA bem diferenciado, cujo gameplay garante altos níveis de adrenalina. Trabalho em equipe e domínio das habilidades, essa é a fórmula para vencer nesse game.

Bloodline Champions

Em linhas gerais, Bloodline Champions é o game que popularizou a ideia dos MOBAs mais focados nos combates entre os players. O título é um veterano lançado em 2011, mas ainda se posiciona como uma excelente alternativa para quem deseja juntar forças com alguns players e derrotar os times adversários.

Oferecendo uma boa série de campeões e um gameplay bastante movimentado e cheio de ação, Bloodline Champions consegue prender a atenção dos players ao máximo. O jogo ainda apresenta um visual bem atrativo e mecânicas de desenvolvimento dos personagens durante as batalhas. Bela opção!

Vainglory

MOBA

Vainglory é mais uma alternativa cujos desenvolvedores classificam como um “Next-Gen MOBA”. E essa classificação é dada ao game, que foi lançado em 2014 (2019 para os PCs), pois algumas mecânicas e aspectos do gameplay o tornam uma singularidade dentro do gênero.

Além de ser uma excelente opção “cross-platform”, Vainglory oferece uma experiência visual muito atrativa, um gameplay bem intenso e estratégico e muitos sistemas inteligentes. Além do mais, o sistema de classes garante maior versatilidade, no que tange à elaboração de estratégias. Ótimo jogo!

Heroes of the Storm

Um dos grandes precursores do gênero MOBA foi o lendário Warcraft III, da Blizzard. Por isso, quando Heroes of the Storm foi lançado, em 2015, os players se empolgaram com uma produção dos mesmos criadores do game que estabeleceu as bases para o gênero.

Infelizmente, as expectativas dos players, em relação a Heroes of the Storm, foram tão grandes que o game jamais “emplacou”. Mesmo assim, não podemos dizer que não se trata de um jogo de excelente qualidade, com um gameplay movimentado e diversas opções de entretenimento. Esse merece uma chance!

Prime World

MOBA

Conforme eu apontei logo acima, Warcraft III foi um game muito importante para o gênero MOBA. E foi por conta das semelhanças visuais (com o título da Blizzard) que eu resolvi definir Prime World, de 2014, como a opção que irá arrematar esta lista.

Esse game traz algumas mecânicas interessantes e dá maior atenção aos aspectos estratégicos do que à ação. Devido a isso, os fãs de jogos de RPG mais táticos tendem a se envolver bastante com essa aventura curiosa. Em suma, esse é um game para os “generais de plantão”.

Decidiu experimentar outros games do gênero MOBA?

Não há como negar que DOTA e LoL são nomes (ou siglas) tão poderosas que fica meio difícil enxergar a parte do universo dos MOBAs que está “escondida” além dessas duas alternativas.

De qualquer forma, como pôde perceber, o gênero é rico em títulos e apresenta alguns produtos derivados que podem garantir uma jogatina de alto nível.

Portanto, espero que esta lista tenha lhe ajudado a encontrar outros tesouros do gênero MOBA e possa servir como base para impulsionar muitos momentos de diversão. E, claro, se você tiver alguma indicação a fazer, fique à vontade para usar o campo dos comentários, ok? Até mais…

Deixe seu comentário!