Jogos que Viraram Filmes e Fizeram Vergonha nas Telonas!

Ao longo dos anos, a lista de jogos que viraram filmes cresceu de um forma considerável. E não é de hoje que os jogos eletrônicos passaram a ser “transportados” para as telonas. Na verdade, desde a década de 1990, quando os games começaram a ficar realmente famosos, as adaptações vêm acontecendo.

Contudo, embora existam diversas opções, é inegável que muitas delas são produções que, de certo modo, acabaram fazendo vergonha nas telonas e deixando os fãs frustrados. Pois é! Jogos adaptados para o cinema nem sempre dão certo.

Sabendo disso, resolvi criar esta lista. Minha intenção aqui é apresentar alguns jogos que viraram filmes e acabaram sendo verdadeiros desastres. Aliás, como irá notar, os títulos citados no post foram baseados em games famosos, o que prova que um grande nome não é capaz de salvar um filme ruim… vamos conferir?

Super Mario Bros.

Jogos que Viraram Filmes

Para abrir esta lista com jogos que viraram filmes e fizeram vergonha, resolvi falar sobre uma das maiores lendas dos games: Super Mario Bros. Isso mesmo! O icônico encanador, cuja história no mundo dos jogos começou em 1985, já ganhou um filme… um filme terrível!

Super Mario Bros.

Lançado em 1993, o filme Super Mario Bros. ofereceu aos fãs uma adaptação bem livre e entrou para história como o primeiro filme a ser baseado em um jogo eletrônico. Infelizmente, ele representou uma péssima estreia do mundo dos games no universo do cinema.

Curiosamente, apesar de ter um bom elenco (Bob Hoskins, Dennis Hopper, John Leguizamo, etc.), o resultado final foi desastroso e o filme arrecadou menos de 50% dos custos do orçamento. Segundo a crítica, a drástica mudança temática foi a grande causa do fracasso.

Street Fighter

Jogos que Viraram Filmes

Outra franquia famosa que também estreou nos cinemas na década de 90 foi Street Fighter. E o primeiro filme chegou envolto em muitas expectativas, já que o grande astro Jean-Claude Van Damme assumiu o papel principal. Porém, as coisas não saíram como os fãs esperavam e a produção acabou sendo uma trágica comédia…

Street Fighter

Quando Street Fighter, o filme, foi lançado (1994), a franquia Street Fighter ainda estava colhendo as glórias do aclamado Street Fighter II, no mundo dos games. Por isso, a adaptação gerou muita expectativa. Todavia, assim que a estreia aconteceu, o que se viu foi um filme com diálogos horríveis e sequências de ação pífias.

Mesmo não tendo gerado prejuízo para os produtores, Street Fighter é constantemente incluído entre os piores filmes baseados em jogos. Ainda assim, vale destacar que a crítica faz questão de isentar o finado ator Raul Julia, que desempenhou um bom papel na pele do vilão M. Bison.

Street Fighter: The Legend of Chun-Li

Como o primeiro filme baseado em Street Fighter foi vergonhoso, mas gerou certo lucro, uma segunda tentativa acabou parecendo uma boa ideia. Bem, em 2009, Street Fighter: The Legend of Chun-Li, chegou às telonas e os resultados foram péssimos, com a produção gerando uma receita de cerca de 25% dos custos de produção.

O filme cumpre o papel de contar a história da lutadora Chun-Li, mas a execução é tão pobre, que nem mesmo a presença de personagens interessantes do mundo dos games conseguiu salvar a película. Sem dúvidas, esse é um dos piores filmes desta lista.

Mortal Kombat

Jogos que Viraram Filmes

No início da década de 90, duas franquias lutaram pelo título de Melhor Jogo de Luta: Street Fighter e Mortal Kombat. Por conta disso, como Street Fighter foi parar nas telonas, Mortal Kombat também teve que marcar presença nesse universo. E o detalhe é que o primeiro filme, de 1995, não foi um fracasso, mas o segundo…

Mortal Kombat: Annihilation

Em 1997, após o primeiro filme baseado em Mortal Kombat ter feito relativo sucesso, uma sequência, chamada Mortal Kombat: Annihilation, foi lançada. A ideia foi usar o game Mortal Kombat 3 como base e, ao mesmo tempo, dar uma sequência para a história iniciada na produção anterior.

Porém, as coisas “saíram do controle” e nem mesmo a expansão no número de personagens conseguiu salvar o filme. Até hoje, a ideia dos “animalities” é uma piada que os fãs não acham nada engraçada. Enfim, temos que torcer para que o próximo filme (que já está em produção) consiga ficar à altura dos jogos.

Dead or Alive

Jogos que Viraram Filmes

Neste ponto da minha lista com jogos que viraram filmes e fizeram vergonha nas telonas, você já deve ter percebido que o cineastas adoram apostar em adaptações de jogos de luta. Nesse caso, cito agora uma terrível adaptação da franquia Dead or Alive…

DOA: Dead or Alive

Apostando na beleza das mulheres lutadoras (assim como os games da franquia), o filme DOA: Dead or Alive fez a sua estreia em 2006 e foi tão pouco relevante que até hoje poucos sabem que ele existe. Além disso, aqueles que assistem à produção logo se esquecem, pois ela não oferece nada além de sequências de ação exageradas.

Classificado por muitos fãs como “um filme tosco”, DOA: Dead or Alive acabou se tornando uma opção de entretenimento superficial. Isto é, para quem não se preocupa com uma boa trama e só que ver mulheres lutadoras “saindo no braço”, o filme acaba sendo uma boa opção (mas não espere nada além disso).

Postal

Jogos que Viraram Filmes

Fechando a primeira metade desta lista com jogos que viraram filmes e fizeram vergonha nas telonas, temos Postal. Essa é mais uma produção que não teve grande relevância e muitos sequer sabem da sua existência. E o detalhe aqui é: toda a violência do game foi transformada em um filme de comédia “nonsense”…

Postal

De modo geral, a adaptação de Postal para o cinema pode ser considerada como um dos maiores fracassos da história. Afinal, o filme conseguiu gerar uma receita de menos de 1% dos custos de produção. E basta assistir a tudo para saber por que isso aconteceu.

Postal, o filme, foi lançado em 2007 e teve o game Postal 2 como base, mas toda a trama pesada do game foi “suavizada” ,com uma roupagem de “comédia de humor-negro”. Vale ressaltar que, graças ao filme, muitos do profissionais envolvidos receberam prêmios de “pior”, inclusive o diretor Uwe Boll.

Dungeon Siege

Jogos que Viraram Filmes

A franquia Dungeon Siege deu início à sua história em 2002 e rapidamente se posicionou como uma das mais interessantes, dentro de um gênero no qual a franquia Diablo é a maior referência. E foi por ter certa relevância no mundo dos games, que a série acabou sendo transportada para as telonas…

In the Name of the King: A Dungeon Siege Tale

Jogos que Viraram Filmes

In the Name of the King: A Dungeon Siege Tale fez a sua estreia em 2007 e, a princípio, conseguiu chamar a atenção por ter nomes como Jason Statham, Burt Reynolds e Ray Liotta em seu elenco. No entanto, o resultado final ficou muito aquém do esperado.

Na “contagem final”, In the Name of the King: A Dungeon Siege Tale alcançou uma receita de menos de 25% do orçamento e foi incluído na lista dos 100 piores filmes dos anos 2000. Essa produção rendeu a Uwe Boll mais um prêmio de pior diretor.

The King of Fighters

Jogos que Viraram Filmes

Voltando a falar de jogos de luta, a franquia The King of Fighters (KOF) foi outra que não pôde escapar das “garras do cinema”. O interessante aqui é a audácia dos produtores, já que KOF é uma franquia cultuada por muitos gamers exigentes, desde 1994. Por esse motivo, a decepção foi enorme…

The King of Fighters

O filme The King of Fighters foi lançado em 2010, quando os fãs já estavam ficando acostumado com os péssimos filmes baseados em jogos. Porém, a produção conseguiu surpreender os fãs ainda mais, sendo classificada como uma “falha épica”.

Com uma receita que sequer atingiu o total de 25% do orçamento, o filme foi desastroso para os produtores e, claro, gerou muita revolta entre os fãs. Dentre as principais críticas, posso destacar o péssimo roteiro e o ritmo lento (que não pode existir em um filme de ação). Sem contar que as cenas de luta foram, no mínimo, razoáveis. Vergonhoso!

Tekken

Jogos que Viraram Filmes

Como algumas das principais franquias de jogos de luta “pintaram” nesta lista, eu não poderia deixar de falar sobre Tekken. A série de jogos criada pela Namco existe desde 1994 e também conseguiu chamar a atenção dos cineastas. Seguindo a regra de outras produções, essa foi mais uma grande franquia a ficar manchada por um péssimo filme…

Tekken

O filme baseado em Tekken foi lançado em 2010 e acabou sendo comparado a The King of Fighters (citado acima). Logicamente, essas comparações tiveram a intenção de definir qual dos dois filmes era o pior. E, sinceramente, fica difícil escolher, já que ambos são péssimos.

Nessa produção, temos uma adaptação bem livre da história do game. As cenas de ação são fracas e o roteiro peca em dar a devida relevância a aspectos que tornam os games da série muito interessantes. Resumindo, mais uma falha épica que mereceu estar nesta lista de jogos que viraram filmes e fizeram vergonha.

Far Cry

Jogos que Viraram Filmes

Deixando os jogos de luta “de lado”, esta lista estaciona agora na icônica franquia Far Cry, que tem marcado presença no mundo dos games desde 2004. Nesse caso, como a franquia é dotada de muita ação e belas tramas, a ideia de uma adaptação para o cinema acabou sendo inevitável…

Far Cry

O filme Far Cry foi lançado em 2008 e é uma das muitas produções que os fãs dos games ou não sabem que existem ou já se esqueceram. E não é sem motivos, o título não respeita o legado da série e apenas foca em apresentar cenas de violência excessiva e sem propósito.

Para completar o “pacote”, o roteiro é péssimo e os diálogos são ricos em piadas estúpidas e frases “de efeito” inúteis. Mesmo com um elenco com bons nomes, como Til Schweiger e Udo Kier, Far Cry, o filme, é mais um vergonha que merece ser jogada no abismo do esquecimento.

Alone in the Dark

Jogos que Viraram Filmes

Quem é fã de jogos de terror sabe muito bem que Alone in the Dark é uma das franquias mais importantes do gênero e, por consequência, uma daquelas que tinham o maior potencial para gerar filmes excelentes. Contudo, isso não foi verificado na prática. Na realidade, a nota zero poderia ser aplicada nesse caso.

Alone in the Dark

Lançado em 2005, Alone in the Dark foi baseado no primeiro jogo da franquia e teve o ator Christian Slater no papel principal. De uma forma bem resumida, Alone in the Dark é um filme sem graça, com pouco ou quase nada de bom a oferecer. E não, não é exagero!

Com exceção da trilha sonora, o filme conseguiu transformar um dos games mais assustadores da história em uma piada de mau gosto. Nada faz sentido, os erros de edição são visíveis e uma pergunta cruel foi deixada… “como um filme tão ruim ainda teve uma continuação?”… Não dá para entender!

Os Jogos que Viraram Filmes… são todos ruins?

Conforme você pôde notar, não são poucos os jogos que viraram filmes e fizeram vergonha nas telonas. Ademais, eu nem cheguei a incluir aqui todas as vergonhas que já foram geradas para o cinema, com base nos games.

De qualquer forma, cabe ressaltar que, embora muitos falem sobre uma “espécie de maldição” que impede as adaptações de serem boas, vez ou outra, temos algumas produções que merecem atenção, como é o caso série de filmes baseada em Resident Evil e dos filmes baseados em Silent Hill.

Outro detalhe que merece ser ressaltado é o fato de Uwe Boll ter sido o diretor de muitos dos títulos apresentados nesta lista, ou seja, pode ser que esse senhor seja o grande culpado pelo fracasso dos jogos baseados em filmes (e eu não citei todos os filmes assinados por ele).

Vale lembrar também que já temos algumas adaptações previstas para serem lançadas. Nesse caso, destaco os vindouros Monster Hunter, Mortal Kombat e Borderlands (vamos torcer para que sejam boas surpresas).

Por fim, espero que esta lista com jogos que viraram filmes tenha servido para chamar a sua atenção para a grande quantidade de produções horríveis que foram baseadas em jogos. E mais, caso você queira relembrar outro filme ruim ou dar a sua opinião em relação a algum título apresentado aqui, fique à vontade para o usar o campo dos comentários, ok? Até mais…

Deixe seu comentário!