Jogos Indie: 10 Fenômenos Que Esbanjam Criatividade

Na última década, o segmento dos jogos indie conseguiu se consolidar no mundo dos games de uma forma irrepreensível. Aliás, muitos jogos desse grupo chegaram ao ponto de superar, em termos de qualidade e números de vendas, alguns títulos com orçamentos muitos superiores.

Na verdade, o mais encantador, em relação ao mundo indie, é exatamente o fato de os desenvolvedores desse universo, mesmo com limitações e baixos orçamentos, conseguirem criar aventuras memoráveis, que esbanjam criatividade.

E foi pensando em apresentar algumas das melhores opções disponíveis nesse segmento que eu criei este post. Como irá notar, montei uma lista com 10 jogos indie que receberam aclamação universal e reviews extremamente positivos ao longo dos anos. Assim, você poderá ter um belo resumo do poderio desse universo… vamos conferir?

The Binding of Isaac

Para abrir esta lista com poderosos jogos indie, resolvi citar um clássico moderno, chamado The Binding of Isaac. Lançado em 2011, esse título retirou sua inspiração da história bíblica do sacrifício de Isaque e, com muita criatividade e mecânicas bem singulares, conseguiu chamar bastante atenção.

The Binding of Isaac pode ser considerado como um dos primeiros grandes fenômenos do mundo indie. Além disso, foi esse título que ajudou a “renovar” o interesse dos players pelos jogos do tipo “roguelike”. Em suma, essa é uma aventura imperdível para quem não dispensa um bom desafio.

Stardew Valley

Falemos agora de um jogo que registrou milhões de cópias vendidas ao longo dos anos e ainda hoje é uma aventura imperdível. Sim, estou me referindo a Stardew Valley, que foi lançado em 2016 e conseguiu dar uma “nova cara” às ideias introduzidas pela franquia Harvest Moon.

Stardew Valley é um jogo de simulação, no qual os players devem gerenciar uma fazenda e aproveitar a “vida no campo”. Rico em mecânicas e cheio de coisas para fazer, o game se destaca por não ter um fim definido, ou seja, é uma aventura contínua e sempre divertida.

Don’t Starve

Para quem curte jogos indie desafiadores, Don’t Starve é uma opção que merece muita atenção. O jogo estreou em 2013 e fez tanto sucesso, que uma nova versão (Don’t Starve Together) foi lançada em 2016, apenas para introduzir um divertido modo multiplayer cooperativo.

Em linhas gerais, Don’t Starve é um jogo de aventura e ação, com elementos de jogos de sobrevivência e certas “doses de roguelike”. Na aventura, os players devem tentar ficar vivos pelo maior tempo possível. O que não é nada fácil, já que tudo se passa em ambientes selvagens e desprovidos de recursos.

Baba is You

Indo para uma data um pouco mais próxima, esta lista de jogos indie “esbarra” agora no excelente Baba is You, de 2019. Esse é um título que pode servir como um exemplo perfeito da criatividade do mundo indie. Afinal, os quebra-cabeças do game são resolvidos de uma maneira jamais vista.

Baba is You brinca com as regras da lógica e transforma o simples ato de mover blocos em uma experiência desafiadora e muito divertida. O game traz construções muito simples e deixa claro que seu foco é ser inteligente, não bonito. Enfim, uma verdadeira pérola indie.

Undertale

Para fechar a primeira metade desta lista de jogos indie, meu eleito é um grande clássico cult, conhecido como Undertale. Esse título fez a sua estreia em 2015 e ainda hoje é um nome que sempre é citado, quando o assunto é a criatividade dos desenvolvedores indie.

Undertale é um RPG de construções simples, que foca em uma história arrebatadora e em mecânicas diferenciadas. Para você ter uma ideia, os players podem zerar o game sem ter que derrotar um único inimigo. Esse é aquele tipo de jogo que nos faz deixar de lado a parte visual, para focar apenas na bela história que é contada.

Enter the Gungeon

Abrindo a segunda metade da lista, temos Enter the Gungeon, um bullet hell desafiador, que foi lançado em 2016 e já contabilizou mais de 3 Milhões de unidades vendidas. O game é um verdadeiro fenômeno e, quando analisamos o gameplay, descobrimos facilmente a razão de todo o seu sucesso.

Enter the Gungeon oferece uma aventura dinâmica, sob uma perspectiva top-down. O game apresenta elementos de jogos roguelike e oferece dungeons recheadas de perigos e tesouros. A premissa é bem simples, mas a execução é primorosa. Grande game!

Celeste

jogos Indie

Falando em jogos simples, mas com execução primorosa, eu não poderia deixar de citar o incrível Celeste. O título “fez barulho” em 2018, quando foi lançado, e chegou a concorrer ao prêmio de melhor jogo do ano, no The Game Awards, competindo contra gigantes como God of War e Red Dead Redemption 2.

De uma forma bem resumida, Celeste é um jogo de aventura e plataforma no qual os players assumem o controle de uma garota chamada Madeline. O level design do título é impecável e faz com que toda a jornada se torne tão empolgante quanto desafiadora. Esse é, com certeza, um dos grandes indies dos últimos anos.

Hollow Knight

Chamando atenção por seu visual e seu gameplay intenso, Hollow Knight (2017) conseguiu conquistar uma grande legião de fãs e superar a casa do milhões, em termos de unidades vendidas. O game é classificado como um Metroidvania e muitos dizem que seu estilo artístico deveria ser exibido em um museu.

Hollow Knight é um jogo lindo, sob diversas perspectivas, mas ainda oferece uma jornada emocionante e desafiadora para “completar o pacote”. Para quem gosta de jornadas cheias de ação e hordas de inimigos, esse game é um prato cheio. Vale a pena conferir!

Cuphead

Jogos Indie

Ainda na linha dos jogos desafiadores com um visual impecável, eu não poderia deixar de citar o grande Cuphead. Lançado em 2017, o game rapidamente caiu no gosto do público, por suas construções que remetem aos desenhos animados da década de 1930.

Em Cuphead, os players acabam se tornando os “cobradores do Diabo” e devem embarcar em uma jornada épica para coletar almas. O jogo segue as mecânicas do gênero Shoot ‘em up e do subgênero Run and Gun, promovendo algumas passagens cheias de adrenalina. Que jogo!

Terraria

Jogos Indie

Para arrematar esta lista recheada de grandes jogos indie, escolhi um fenômeno chamado Terraria. Esse título fez a sua estreia em 2011 e também pode ser considerado como um dos grandes responsáveis pelo “boom” do mundo indie, além de ser um recordista de vendas que superou muitos games de grande orçamento.

Terraria é uma experiência única, que coloca os players em um mundo rico em situações desafiadoras e oferece mecânicas típicas dos jogos sandbox. Vale destacar que o jogo recebeu atualizações por quase 10 anos e ainda hoje conta com uma enorme base de jogadores. Resumindo, um exemplo inquestionável do poder e da criatividade dos jogos indie!

Jogos Indie: só a ponta do iceberg!

Apesar de a minha lista estar cheia de grandes fenômenos criativos do mundo indie, tenho total noção de que ela é apenas a ponta de um imenso iceberg. Isso mesmo! O mundo indie é tão rico, que eu precisaria de muitos livros para fazer justiça a todas as pérolas que existem nele.

De todo modo, acredito que esta lista de jogos indie tenha sido suficiente para lhe apresentar os atrativos desse segmento e lhe motivar a buscar por outras opções incríveis. E, claro, se tiver experiências a compartilhar, não deixe de registrá-las no campo dos comentários, ok? Até mais…

Deixe seu comentário!